sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Conheça o que há de mais moderno em fisioterapia


A fisioterapia é uma ciência que, entre outras funções, estuda, diagnostica e previne alterações em órgãos e sistemas do corpo humano. Dentro da fisioterapia, ao longo dos anos, muitas técnicas foram desenvolvidas para atender a demandas específicas, ou seja, para recuperação após cirurgias, partos, para tratar lesões ou traumas e também como forma de melhorar o desempenho físico de atletas.

Veja algumas técnicas inovadoras, que são aplicadas na Ariane Pitrez Fisioterapia e Estética:

Core Training: desenvolvido, primeiramente, para diminuir as dores relacionadas à coluna. Aos poucos foi sendo adotado por esportistas como forma de melhorar o suporte do tronco nos movimentos. O Core Training é uma técnica preventiva, que impacta diretamente no desempenho do atleta, principalmente em esportes que exigem grande esforço dos membros inferiores (pernas, quadris). Trabalha toda a musculatura responsável pelo equilíbrio do corpo humano como: a parte lombar da coluna, a parede abdominal e músculos, ou seja, a parte conhecida como “centro da gravidade”. O segredo do método é que os músculos que são trabalhados possibilitam a estabilização do tronco durante o movimento dos membros. Devido aos seus benefícios, o Core Training ganhou espaço, principalmente nos clubes de futebol, em academias e nas clínicas de fisioterapia.

Stretching Global Ativo (SGA): baseado no RPG surgiu para atender, inicialmente, uma demanda específica de atletas profissionais e técnicos. Atualmente, o SGA é aplicado em qualquer pessoa, principalmente para prevenir ou tratar lesões causadas por esforços ou atividades repetitivas. A técnica também serve como um complemento da RPG, principalmente para as pessoas que precisam corrigir a postura, ganhar elasticidade, melhorar o rendimento esportivo, atenuar dores musculares e melhorar a condição musculoesquelética como um todo. 

Sling Training: é um método que mistura fisioterapia, fortalecimento muscular e reabilitação. Trabalha todas as cadeias musculares, ativa a musculatura estabilizadora, de maneira rápida e eficaz. Isso torna a prática ideal para ajudar na reabilitação e na prevenção de lesões, além de aumentar e melhorar o condicionamento físico. A técnica consiste em duas cordas que são encaixadas em um suporte no teto, com apoios para os pés e para as mãos. É como se fosse um balanço, o que torna o exercício lúdico e permite uma série de movimentos. Porém, é preciso manter o equilíbrio durante a prática, o que exige força, principalmente da região do abdômen.

Crochetagem: O nome dessa técnica de fisioterapia tem relação com o crochê, espécie de artesanato feito com agulhas e linhas especiais. É muito utilizada para tratamento de dores musculoesqueléticas em geral. A crochetagem é baseada em outra técnica, chamada de massagem transversa profunda (MTP), cujo principal objetivo é eliminar dores e nódulos fibrosos por meio de massagem com as mãos, utilizando uma força de fricção bem forte. Também é aplicada para melhorar lesões, evitar ou tratar fibroses e aderências depois de cirurgias e dissolver pontos de tensão pelo corpo. 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Conheça melhor os perigos dos vícios de postura



Se quando você chega do trabalho se queixa de dor nas costas, no pescoço, nos punhos, nas mãos ou na sola dos pés, atenção! As dores podem ser consequência da má postura durante o dia de trabalho. Além de tirar sua paz, essas dores também podem afetar a sua produtividade.
Nem todas as atividades profissionais oferecem riscos para o sistema musculoesquelético. Entretanto, grande parte das pessoas que trabalham com computadores podem sofrer de dores musculares devido à postura incorreta na hora de digitar.
Já os trabalhadores que realizam trabalhos manuais ou repetitivos, em linhas de produção, por exemplo, também podem desenvolver quadros dolorosos. Quando a pessoa fica muito tempo na mesma posição, em pé ou sentada, prejudica ainda a coluna e os músculos.
Mas, afinal, você sabe o que é um vício postural? É a compensação que o corpo faz para buscar uma posição mais confortável, porém nem sempre correta. Isso pode acontecer tanto no local de trabalho, quanto no dia a dia ao caminhar, ver televisão, dirigir, etc.
Na maioria das vezes os vícios posturais se instalam sem que a pessoa perceba. Isso, além de causar desconforto, pode levar a uma lesão ou necessitar de terapias para correção. Em casos mais graves, a má postura pode levar ao desenvolvimento de uma hérnia de disco, tendinite e bursite.
O ideal é procurar um médico quando a dor se mantiver de forma crônica. Quanto mais rápidos forem o diagnóstico e o tratamento, menor será o impacto sobre a produtividade do trabalhador. Outra ação fundamental é a prevenção no local de trabalho. A ginástica laboral é um recurso cada vez mais utilizado nas empresas. Se a companhia não oferece, é possível fazer alongamentos e caminhar até o banheiro ou para beber água, evitando longos períodos na mesma posição.
A técnica fisioterapêutica mais utilizada para corrigir vícios de postura é a Reeducação Postural Global (RPG), aplicada principalmente para tratar os músculos que estão fora de forma e corrigir problemas de postura. Um dos resultados mais importantes da RPG é que ensina o paciente a manter a postura adequada, mesmo depois do término do tratamento.

Dicas
Ao usar o computador:

  • Mantenha o monitor na linha dos olhos, a uma distância entre 45 e 70 cm
  • Ao digitar, é importante que o pulso esteja em ângulo reto, no mesmo nível dos cotovelos
  • Enquanto estiver sentado, mantenha os pés no chão. Se a cadeira não permitir, use um apoio 
  • Regule a cadeira de acordo com sua altura, deixando as costas em ângulo reto
  • Apoie os braços na mesa para garantir uma postura mais correta



sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Saiba mais sobre a endermologia



Celulite, flacidez e gordura localizada são problemas que afligem a maioria das mulheres que buscam um corpo mais harmônico e uniforme. A fisioterapia dermatofuncional oferece uma ampla gama de terapias que atuam na parte estética do corpo, com excelentes resultados. 

A endermologia é um método não invasivo, que associa a drenagem linfática a vácuo ao ultrassom, que promove uma melhora nos quadros de celulite. Por meio de um aparelho é realizada uma massagem mecânica que realiza uma pressão positiva pelo rolamento, junto com uma pressão negativa (vácuo), que é aplicada na pele e nos tecidos subcutâneos. 

Para facilitar o deslizamento do aparelho é aplicado um creme ou gel nas regiões tratadas. Normalmente, a aplicação é feita nas coxas, na barriga e nos glúteos. A endermologia estimula a circulação sanguínea e ajuda a eliminar toxinas por meio do estímulo do sistema linfático. 

Isso ajuda a reduzir a retenção de líquidos, além de moldar o corpo e reduzir medidas. Outra aplicação da endermologia é no pós-operatório, pois o aparelho ajuda a prevenir a fibrose, além de acelerar a cicatrização. 

Entretanto, é bom lembrar que nenhum tratamento sozinho é capaz de eliminar a celulite ou a gordura localizada. É fundamental adotar hábitos saudáveis de vida como uma boa alimentação, exercícios físicos, entre outras atitudes que promovam o bem-estar e melhorem a qualidade de vida. 

No geral, após 10 sessões já é possível notar uma importante melhora no aspecto da celulite. Outro ponto importante para obter resultados mais satisfatórios é aliar a endermologia a sessões de drenagem linfática manual. 

Veja as principais utilizações da endermologia:
  • Recupera, mantém ou melhora a função linfática
  • Desfibrosagem do tecido aderido
  • Tonificação muscular e vascular
  • Melhora o contorno corporal (reduz medidas)
  • Melhora a elasticidade da pele
  • Atenua rugas
  • Melhora o aspecto de cicatrizes

Conheça nossa clínica e marque agora mesmo uma avaliação: (21) 3648 9972

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Sling Training - Ariane Pitrez no O Globo Barra

A Clínica Ariane Pitrez Fisioterapia e Estética saiu no O Globo Barra, no domingo dia 22/09/2013.
Confira a reportagem completa:





sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Joelhos Saudáveis

Por trás da revolução do homem bípede estão os joelhos, a principal articulação do corpo humano, responsável por suportar todo o peso do corpo e o impacto das atividades cotidianas do homem moderno. Ao caminhar, cada passo gera um impacto equivalente a duas vezes o peso do corpo sobre o joelho. Já durante uma corrida, a sobrecarga é igual a multiplicar por seis o peso total de uma pessoa.
O joelho tem a importante função de conectar a parte superior e a inferior das pernas, auxiliando na locomoção e na estabilização do corpo. Não é uma tarefa fácil, já que é no joelho que várias estruturas se combinam. Ossos, músculos, cartilagem, ligamentos e tendões, trabalhando sem parar para suportar o peso e as atividades do corpo.
Apesar da importância do joelho para o organismo humano, poucas pessoas dão a atenção necessária para mantê-los saudáveis e prevenir diversas doenças, que comprometem a saúde e a qualidade de vida.  
Um dos fatores de risco para desenvolver problemas nos joelhos é a obesidade. Não é necessário estar muito acima do peso para que a articulação precise trabalhar mais que o normal. Outro fator de risco é o envelhecimento, uma vez que com o passar dos anos a massa óssea começa a diminuir, assim como o líquido sinovial, que lubrifica as articulações.
Ligamentos e tendões ficam menos elásticos e mais suscetíveis a rompimentos. A cartilagem também se desgasta e o corpo não a repõe. Este processo muitas vezes gera a osteartrite, principal queixa nos consultórios médicos, segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia.
Para se proteger da osteoartrite e das demais doenças que acometem os joelhos, a palavra-chave é a prevenção. Vale ressaltar um ponto essencial: tropeções menos sérios, por assim dizer, a exemplo de lesões pequenas no menisco ou nos ligamentos cruzados, muitas vezes antecipam o processo degenerativo da junta.
Eles podem provocar alterações imperceptíveis ou instabilidade nos movimentos, dois fatores com potencial para acelerar o desgaste. Além disso, esportistas em geral têm mais probabilidade de lesionar o joelho e precisar de cirurgias.
Portanto, ao notar qualquer desconforto nos joelhos um médico deve ser consultado. Quando falamos em joelho, o diagnóstico precoce de qualquer problema, por menor que seja, é sinônimo de tratamento menos traumático e mais eficaz. 

O papel da fisioterapia na saúde dos joelhos
Várias técnicas da fisioterapia são usadas para tratar dores, lesões e para reabilitação pós-cirúrgica. A fisioterapia é aplicada com exercícios de alongamento, fortalecimento e/ou relaxamento. O profissional fisioterapeuta pode utilizar diversos recursos como pesos, faixas elásticas, bastão, bolas, cama elástica, bicicleta ergométrica, entre outros, para devolver ao paciente a mobilidade, a flexibilidade e o equilíbrio.
Existem também outros recursos na fisioterapia como o uso de equipamentos de ultrassom, que atuam massageando o local, aliviando a dor e como anti-inflamatório. Em alguns casos, a fisioterapia na água é indicada, assim como bolsas de gelo ou bolsas de água quente.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Elimine gordura com a massagem modeladora!

A massoterapia é uma técnica cada vez mais importante para o tratamento de dores musculares, para relaxamento ou até mesmo para melhorar a parte estética e funcional do corpo humano.
A massagem modeladora é um método muito útil para auxiliar pessoas que procuram a redução de medidas ou de gordura localizada, por exemplo. Isso porque os movimentos da massagem modeladora melhoram a circulação sanguínea e permitem ao massagista trabalhar nas áreas com maior concentração de gordura. Este tipo de massagem pode ser feita com as mãos ou com o uso de alguns aparelhos como bambu ou ventosas, que intensificam os efeitos das manobras. Também podem ser usados cremes com substâncias específicas que auxiliam na redução de medidas. Áreas como coxas, braços, barriga e culote são, em geral, as que mais concentram gordura. A sequência de movimentos ajuda ainda no processo de transporte e posterior eliminação das toxinas e impurezas do organismo. A massagem modeladora difere-se da drenagem linfática pela intensidade dos movimentos, que podem inicialmente trazer certo desconforto nas primeiras sessões. Além disso, ela é aplicada nos locais que concentram maior camada de gordura, enquanto que a drenagem linfática é feita em todo o corpo. A massagem modeladora também atua contra a flacidez, que acontece quando há diminuição na produção de fibras de colágeno e elásticas. Mas, o principal objetivo da técnica é atuar na gordura localizada e melhorar a circulação sanguínea. Como a celulite está ligada também a uma má circulação, pode atenuar os casos mais leves do problema. Ter um corpo saudável é mais que uma questão estética. É fundamental para elevar a autoestima, a autoconfiança e, consequentemente, a qualidade de vida.
Muitas vezes, a pessoa consegue perder peso e mesmo com a prática de exercícios físicos sente dificuldade para eliminar a gordura localizada. Portanto, a massoterapia é um excelente tratamento complementar. Naturalmente, a massagem deve ser acompanhada por uma mudança de hábitos, ou seja, é fundamental adotar uma alimentação saudável, aumentando a ingestão de frutas, verduras e legumes e reduzindo o consumo de sal, sódio, açúcar e gorduras. Praticar exercícios físicos regularmente, 30 minutos por dia ou 60 minutos, de 3 a 5 vezes por semana e beber pelo menos 8 copos de água por dia.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Fisioterapia é uma importante aliada da gravidez






​A gestação é um dos momentos mais especiais da existência de uma mulher. Desde a concepção até o nascimento, semana a semana, uma nova vida brota e se desenvolve, transformando o corpo da gestante, assim como a rotina da família, que deve se preparar para a chegada do bebê.

A gravidez humana pode ser contada em meses ou em semanas. Do ponto de vista médico, a gestação é normalmente dividida em três trimestres, que duram em média três meses. Em cada um desses períodos, a gestante e o bebê passam por transformações únicas e importantes.

Na 12ª semana, há o aumento dos seios e da barriga. No quinto mês a gravidez se torna mais aparente, com o crescimento da barriga e ganho de peso pela mulher, já que o útero cresce 1 cm por semana, a partir dessa fase da gestação.

Por volta do sétimo mês, as emoções ficam a flor da pele. São comuns alterações no humor, como irritação, choro e desejos estranhos por comidas diferentes. Os médicos alertam que as vontades durante a gravidez podem indicar falta de algum nutriente, por isso adotar uma alimentação saudável e equilibrada é fundamental para manter a saúde da gestante e do bebê em dia.

No oitavo mês, o bebê se posiciona com a cabeça no canal vaginal, preparando-se para vir ao mundo. Por isso, é natural que a gestante sinta alguns incômodos como inchaço, dificuldade para dormir e até formigamento nas mãos e nos pés, além dos chutes mais fortes e intensos.

Na fase final da gravidez, a mãe pode sentir desconfortos estomacais, ter mais azia e problemas digestivos por conta da pressão que o bebê exerce no estômago e no intestino. A dica é fracionar bem as refeições, comendo várias vezes ao dia, em pequenas quantidades.

Para amenizar todos esses desconfortos, a fisioterapeuta Ariane Pitrez criou um programa especial voltado para as gestantes. O programa contempla uma série de técnicas como RPG (Reestruturação Postural Global) específica para gestantes, orientação de postura, drenagem linfática manual, entre outros.

Entre os objetivos desse programa especial estão a redução da ansiedade, equilíbrio das emoções, relaxamento, amenização de sensações dolorosas e a preparação do corpo para o momento do parto. Técnicas de respiração, fortalecimento do períneo, da região abdominal, trabalhos para o equilíbrio corporal, para melhorar a função intestinal e prevenir inchaços são algumas ações do programa. Vale lembrar ainda que essa preparação também ajuda na recuperação depois do parto. 

Lembre-se de que o bem-estar físico e emocional proporciona uma gestação equilibrada e mais feliz para a mulher.         

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Estimulação russa melhora flacidez


A pele é o maior órgão do corpo humano. Uma das principais características da pele é a capacidade de se expandir, por exemplo, quando ganhamos peso ou no caso das mulheres durante a gestação. Entretanto, na medida em que engordamos ou perdemos peso, a elasticidade da pele vai perdendo força, gerando assim a flacidez. A flacidez pode ainda ser resultado do processo natural do envelhecimento, da predisposição genética ou da exposição à fatores como o fumo, exposição solar, entre outros.   

O desenvolvimento da fisioterapia dermatofuncional promoveu o surgimento de várias técnicas que vieram complementar terapias já existentes. A corrente russa, também conhecida como estimulação russa, surgiu pela primeira vez em 1977. Desde então foi aperfeiçoada e hoje é um excelente tratamento para combater a flacidez. 

Por meio de um aparelho de eletroterapia, com uma corrente elétrica de média e baixa frequência, é possível promover uma contração muscular que trabalha as fibras musculares, além de estimular o fluxo de sangue e o sistema linfático. 

A estimulação russa, portanto, é um excelente tratamento para melhorar o tônus muscular, melhorando a flacidez e a definição muscular. É indicada para mulheres depois do parto, para pessoas em processo de emagrecimento, no pós-cirúrgico ou até para atletas que precisam recuperar a força muscular depois de alguma lesão. 

É importante ressaltar que a estimulação russa é um tratamento coadjuvante para o fortalecimento muscular, que deve ser aliado a outras técnicas da fisioterapia. Além disso, os conhecimentos técnicos do fisioterapeuta são fundamentais para a eficácia do tratamento, ou seja, conhecimentos sobre a condição a ser tratada e o mecanismo de atuação da eletroterapia.  

Como prevenir a flacidez

  • Tome muita água para manter a pele hidratada
  • Use cremes hidrantes e protetor solar todos os dias
  • Tente manter o peso e evitar o efeito sanfona, o movimento de emagrecer e engordar constantemente piora a flacidez
  • Aposte nos alimentos que contribuem para formação do colágeno, substância que dá firmeza à pele como castanhas, nozes, grãos, carnes magras, leite e derivados e alimentos ricos em vitamina C
  • Pare de fumar, o cigarro promove o envelhecimento precoce da pele
  • Pratique exercícios regularmente


sexta-feira, 26 de julho de 2013

Conheça melhor a cervicalgia ou torcicolo



Dor no pescoço, nos ombros, na cabeça e dificuldade de movimentar o pescoço para os lados, ou para frente e para trás são sintomas clássicos da cervicalgia, conhecida popularmente como torcicolo, uma das queixas mais comuns de dor na coluna. A má postura é a principal causa das dores na região do pescoço. Entretanto, desgaste nas articulações como a osteoartrite, problemas na mandíbula, lesões causadas por acidentes, hérnia de disco, ler na cama e mascar chiclete também podem causar a cervicalgia.  

A coluna vertebral é responsável pela sustentação de todo o corpo humano. Ela se divide em região cervical (cabeça e pescoço), região torácica (do pescoço até o meio das costas) e lombar (meio das costas até o final da coluna).

O pescoço (região cervical) é a parte mais flexível da coluna. As vértebras localizadas nessa área atuam absorvendo o impacto e mantendo a coluna alinhada. É uma região rica em terminações nervosas que se ramificam para o pescoço, braços e mãos. Sendo assim, muitas vezes a cervicalgia pode comprometer os membros superiores, causando dor e desconforto.

A cervicalgia é uma das queixas mais comuns quando o assunto é dor na coluna. Em geral, os sintomas costumam melhorar em poucos dias ou semanas. Entretanto, algumas pessoas evoluem para a dor crônica, com mais de 2 meses de duração. Sem tratamento, além da dor podem surgir a perda da mobilidade, deformidades e, em quadros mais graves, a redução da sensibilidade dos membros.

Na experiência clínica, a má postura é a principal causa da cervicalgia. Isso porque no dia a dia, mesmo sem perceber, adotamos alguns hábitos posturais incorretos. O uso do computador é um verdadeiro vilão da boa postura, assim como ler na cama, ficar muito tempo na mesma posição, dormir em uma posição inadequada, com um colchão e um travesseiro inadequados, carregar pesos de um lado só dos ombros, etc.

A fisioterapia, por meio de técnicas como a Reeducação Postural Global (RPG), por exemplo, é uma importante ferramenta para tratar a cervicalgia, pois ajuda a corrigir a postura do dia a  dia, além de aliviar as dores e devolver os movimentos.

Fique atento aos sinais e sintomas da cervicalgia:
- dor aguda na região dos ombros e pescoço
- dificuldade de girar o pescoço ou virar a cabeça
- dor que piora durante o dia e fica mais intensa durante a noite
- formigamento nos braços, mãos e/ou nas pernas
- fraqueza nos braços e nas mãos
- cansaço e perda de peso

Dicas de prevenção
- tente manter o pescoço em posição neutra sempre que possível, ou seja, não coloque o pescoço para trás ou para frente por muito tempo
- deixe a coluna reta sempre que possível
- a cada 50 minutos sentado ou deitado, fique 10 em pé
- se tem o hábito de ler na cama, use um travesseiro próprio para isso
- na hora de dormir, escolha um travesseiro que deixe o pescoço alinhado com a coluna, em posição neutra
- verifique se o colchão está adequado para seu peso e altura
- para pessoas que trabalham com computadores, o monitor deve ficar na altura dos olhos
- a posição neutra do pescoço serve para qualquer momento do dia, lembre-se disso ao dirigir
- mulheres atenção: cuidado com o peso da bolsa em um ombro só
- Para carregar objetos mais pesados, opte pela mala com rodinhas
- ao usar o telefone, nunca comprima o aparelho entre o ombro e o pescoço

- consulte um dentista para verificar se não tem nenhuma disfunção na articulação da mandíbula

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Dor lombar atinge 80% das pessoas


A região central das costas é composta da coluna vertebral, cercada de músculos e ligamentos. Quando vista de lado, a coluna apresenta uma forma de "S". A porção inferior do "S" compreende a coluna lombar. Muitas forças atuam nessa região. As forças excessivas que resultam da postura incorreta, de movimentos corporais impróprios, traumas e outras causas podem provocar dor lombar, também conhecida por lombalgia. Não é uma doença, é um tipo de dor que pode ter diferentes causas. Algumas vezes, a dor se irradia para as pernas, com ou sem dormência dos membros.  

Quem tem dor lombar?
Qualquer pessoa está sujeita a ter pelo menos um episódio de dor lombar na vida. Em geral, é causada por um problema postural, ou seja, por uma posição incorreta ao sentar, deitar, abaixar ou carregar algum objeto. Em outros casos, pode ser causada por uma inflamação, infecção, hérnia de disco, problemas nas vértebras, artrose ou até por problemas emocionais.
A avaliação médica ajuda a identificar a causa da dor e planejar um esquema de tratamento. Há muitas causas potenciais envolvidas. A estenose da coluna vertebral, um estreitamento do espaço no canal central da coluna, é mais comum em idosos. A herniação de disco é mais frequente em adultos jovens e de meia idade.
A dor lombar afeta todos os grupos de pessoas. Praticamente qualquer tecido ou estrutura da região dorsal pode contribuir para a dor. Os ossos, discos, ligamentos, músculos e raízes nervosas podem gerar dor. As herniações ou rupturas de discos podem gerar dor; no entanto, a maioria dos casos de hérnia de disco não apresenta sintomas. Um colapso vertebral, chamado de fratura de compressão, causa dor; esse evento é comum na osteoporose e pode ocorrer com traumas leves em idosos.
A dor lombar com irradiação para a perna é geralmente causada por um pinçamento ou irritação nervosa. Mais comumente, resulta de uma hérnia de disco ou de osteoartrite, caracterizada pelo crescimento excessivo do osso devido ao desgaste da cartilagem dos discos. Fraqueza muscular, tensão ou instabilidade óssea também podem provocar dor. As pequenas articulações que conectam as vértebras, denominadas faces articulares, podem inflamar e deixar a região dolorida.


Tratamento: A importância do RPG

Para as dores lombares um dos tratamentos mais eficazes é a Reeducação Postural Global (RPG). Diferente das medidas de fisioterapia convencionais, o método da RPG propõe uma visão corporal integrada do paciente, pois trabalha o corpo inteiro. Traz como benefício à conscientização corporal, o que previne deformidades, fornece amplitude de movimentos, relaxamento, fortalecimento muscular e alívio da dor. O RPG não utiliza nenhum tipo de medicamento - é um tratamento bastante agradável que funciona com a manipulação sobre os membros e coluna dos pacientes, sendo sincronizada com técnicas de respiração.


Prevenção
Como já foi dito, a postura (posição do corpo) deve estar sempre correta, de maneira ereta. Postura inadequada é um dos principais motivos de dor lombar. Além disso, confira algumas dicas:


  • Para as pessoas que trabalham sentadas, é importante manter a coluna ereta, com altura adequada dos braços na digitação. Além disso, os pés devem estar completamente apoiados no chão para sustentar o corpo;
  • Ao levantar objetos pesados, a dica é abaixar o corpo, flexionando os joelhos;
  • Na hora de dormir, a posição ideal é de lado, com os joelhos semiflexionados;
  • Lembre-se de ter um colchão e um travesseiro adequados para sua altura e peso;
  • Pratique alongamento sempre que possível;
  • Cuidado ao carregar bebês, crianças, bolsas, mochilas, tudo isso pode provocar dores na coluna. 

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Os benefícios das pedras quentes



A massagem terapêutica é conhecida pelo termo massoterapia. Dentro da massoterapia existem diversas técnicas, cada uma com uma indicação específica. A massagem que utiliza pedras quentes é também conhecida como termoterapia.

Existem poucos relatos escritos sobre a origem do uso de pedras quentes em massagens. Entretanto, o uso de pedras por diversos povos é secular. Na China, durante a dinastia Shang, as pedras eram usadas para aliviar dores musculares.

A massagem com pedras quentes é baseada no poder energético das pedras para reequilibrar os chacras, canais que se localizam em diversas partes do corpo humano, por onde circula a energia vital, de acordo com a medicina oriental (indiana, chinesa, etc.). É importante ressaltar que as pedras são cuidadosamente escolhidas, sendo algumas de origem vulcânica, além das cores serem específicas para cada chacra.

Além da colocação das pedras quentes ou frias, o massoterapeuta, profissional especializado na técnica, realiza movimentos de deslizamento, amassamento e rotação no corpo do paciente. Em geral, as pedras são colocadas na coluna, na barriga, nos pés e nas mãos.

A massagem com pedras quentes alivia o estresse, dores e tensões, relaxando não só o corpo, como a mente. Outro benefício dessa massagem é o aumento da circulação sanguínea, que acelera a troca de sangue, linfa e fluídos digestivos.

O calor das pedras é útil ainda para dissolver pontos de tensão muscular mais facilmente, sem a necessidade de realizar movimentos muito intensos com as mãos, por exemplo. O ambiente tranquilo em que é realizada a massagem também contribui para o relaxamento do paciente, que na primeira sessão já consegue sentir-se mais confortável e aliviado.

Com a correria do dia a dia das grandes cidades como o Rio de Janeiro, a massagem com pedras quentes é uma excelente maneira de diminuir o estresse e harmonizar a energia vital.

Veja alguns benefícios da terapia:

- Controla o estresse, diminuindo a ansiedade e a irritabilidade
- Melhora o humor, auxiliando na depressão
- Ativa a circulação sanguínea
- Diminui a retenção de líquidos
- Alivia dores e tensões musculares
- Relaxa corpo e mente, permitindo um sono com mais qualidade  


Quer obter esses benefícios? Entre em contato com a Clínica Ariane Pitrez e marque agora a sua massagem! 

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Conheça melhor a crochetagem


Sim, é isso mesmo que você está pensando. O nome dessa técnica de fisioterapia tem relação com o crochê, espécie de artesanato feito com agulhas e linhas especiais. Desenvolvida na Suécia pelo fisioterapeuta Kurt Ekman, na década de 70, a crochetagem é muito utilizada para tratamento de dores musculoesqueléticas em geral.

Também é aplicada para melhorar lesões, evitar ou tratar fibroses e aderências depois de cirurgias e dissolver pontos de tensão pelo corpo, tudo isso com o uso de um equipamento em forma de gancho, que lembra uma agulha de crochê, mas em maior tamanho.

A crochetagem é baseada em outra técnica, chamada de massagem transversa profunda (MTP), cujo principal objetivo é eliminar dores e nódulos fibrosos por meio de massagem com as mãos, utilizando uma força de fricção bem forte.

Ekman, o inventor da técnica, percebeu que a massagem manual possuía algumas limitações, principalmente para tratar os tecidos moles (cartilagens, tendões, músculos, etc.). Foi então que ele produziu instrumentos capazes de deslizar na pele e tratar áreas que as mãos não conseguiam. Os ganchos de crochetagem possuem curvas que se adaptam às diferentes partes do corpo humano, permitindo assim melhor acesso às áreas que se encontram lesionadas.

No Brasil, a técnica começou a ser aplicada em meados dos anos 2000. Durante o tratamento, são usadas 5 etapas: a palpação com os dedos, a instrumental, a raspagem, lise de aderência (dissolução ou ruptura dos tecidos que criam aderências após cirurgias), a tração e a drenagem.

As duas etapas iniciais são indolores, caso o terapeuta seja especializado na técnica. Mas, os pacientes costumam experimentar uma leve sensação de desconforto, geralmente ligada ao processo de fibrose muscular.

A crochetagem também melhora a circulação sanguínea, pois aumenta a liberação de histamina, substância que atua como vasodilatadora no organismo, causadora também da vermelhidão que sucede as sessões de crochetagem, mas que não tem efeito maléfico.

Em geral, a indicação mais beneficiada pela técnica é o tratamento das aderências e fibroses causadas por cirurgias. Dores musculares, tendinites, lombalgia, cervicalgia, dores nos nervos, entre outras síndromes dolorosas também têm indicação para a crochetagem, que só deve ser aplicada por fisioterapeutas especializados na área.

Normalmente, são indicadas de 8 a 10 sessões de crochetagem para aliviar as dores ou para diminuir ou dissolver as aderências/fibroses. Pode ser aplicada ainda para acelerar a recuperação de atletas lesionados.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Shiatsu: dedos que curam





Quem já passou por uma sessão de massagem, seja terapêutica ou relaxante, conhece bem os benefícios da técnica. Uma das técnicas de massagem mais populares no Brasil veio do Japão, o shiatsu. Atsu é um vocábulo japonês que significa pressão e Shi significa dedo, portanto o shiatsu consiste em uma técnica de massagem que usa a pressão dos dedos. 
Estima-se que o shiatsu chegou ao Brasil junto com as grandes ondas de imigração japonesa, pois se trata de uma técnica muito antiga e amplamente aplicada na medicina oriental. Provavelmente, foi desse fato que surgiu a fama dos japoneses ou orientais para tratar as dores nas costas ou problemas de coluna.

Mas, o shiatsu é muito mais que uma massagem. Os movimentos têm como objetivo melhorar o fluxo de energia vital (Chi em chinês e Ki em japonês) por meio da ativação dos meridianos, espécie de canais por onde flui a energia. Como resultado, a pessoa apresenta a melhora dos sintomas, tanto físicos como mentais. Os pontos pressionados pelo shiatsu são os mesmos utilizados pela acupuntura.

O shiatsu é uma terapia complementar, ou seja, não deve ser utilizado como único meio de tratar alguma doença ou condição, porém ajuda a acelerar o processo de cura, pois além de melhorar a energia, fortalece o sistema imunológico e devolve o equilíbrio emocional ao paciente.

Veja algumas indicações do shiatsu:
  • Dores de cabeça/enxaquecas
  • Dores nas costa/coluna/pescoço/ombros
  • Dificuldades emocionais (depressão, baixa autoestima)
  • Estresse, tensão, ansiedade
  • Cansaço/fraqueza
  • Insônia
  • Problemas intestinais
  • Alterações menstruais
  • Problemas respiratórios (asma, bronquite)
  • Sinusite
  • Artrite/ Artrose
  • Lesões e traumas 


Uma sessão de shiatsu pode durar em torno de 50 a 60 minutos. Cada pessoa terá uma indicação diferente quanto ao número de sessões a serem realizadas. Não são usados cremes ou óleos e também não é necessário se despir. Mas é indicado ir com uma roupa confortável.

Está estressado? Faça uma sessão de shiatsu
O estresse do dia a dia provoca diversos efeitos nocivos ao organismo. Portanto, o shiatsu também pode aliviar o estresse, uma vez que equilibra a atividade do sistema nervoso e promove relaxamento, reduz a tensão muscular, melhora o sono e diminui a ansiedade.
Agora que você conhece melhor o shiatsu, marque já a sua sessão! Estamos esperando você!

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Saiba mais sobre o Core Training



A fisioterapia é uma ciência que, entre outras funções, estuda, diagnostica e previne alterações em órgãos e sistemas do corpo humano. Dentro da fisioterapia, ao longo dos anos, muitas técnicas foram desenvolvidas para atender a demandas específicas, ou seja, para recuperação após cirurgias, partos, para tratar lesões ou traumas e também como forma de melhorar o desempenho físico de atletas.

Uma dessas técnicas é o Core Training. Foi desenvolvido, primeiramente, para diminuir as dores relacionadas à coluna. Aos poucos foi sendo adotado por esportistas como forma de melhorar o suporte do tronco nos movimentos. O Core Training é uma técnica preventiva, que impacta diretamente no desempenho do atleta, principalmente em esportes que exigem grande esforço dos membros inferiores (pernas, quadris).

A palavra core tem origem inglesa e envolve alguns significados como centro, região central ou fundamento. Desta maneira, o Core Training trabalha toda a musculatura responsável pelo equilíbrio do corpo humano como: a parte lombar da coluna, a parede abdominal e músculos, ou seja, a parte conhecida como “centro da gravidade”. O segredo do método é que os músculos que são trabalhados possibilitam a estabilização do tronco durante o movimento dos membros.

Devido aos seus benefícios, o Core Training ganhou espaço, principalmente nos clubes de futebol, em academias e nas clínicas de fisioterapia. Recentemente, o Fluminense publicou dados sobre os resultados, após dois meses de aplicação da técnica, em seus jogadores. Houve uma evolução média de 5,6% na impulsão vertical; 5,3% no arranque de 20 metros e 5,5% arranque de 40 metros.

Durante as sessões de Core Training são feitos alongamentos, exercícios de equilíbrio e alinhamento dos músculos da região pélvica, responsáveis justamente pelo centro da gravidade. O método é muito útil também para quem não é atleta, uma vez que melhora a postura para realizar as atividades do dia a dia. 

A estabilidade é fundamental para qualquer pessoa, atleta ou não. Por exemplo, ao agachar é preciso manter o corpo reto, sem ficar balançado para os lados. Se o indivíduo não tem essa capacidade, pode prejudicar as articulações. O Core Training também fortalece a musculatura abdominal e das costas.

Os exercícios podem ser feitos em chão estável ou em plataformas móveis como bolas, balanços ou tábuas. Pode ser aplicado em grupos ou individualmente. O Core Training foi apontado pela Escola Americana de Medicina do Esporte com uma das principais tendências mundiais em 2012.

Quer conhecer melhor? Que tal uma visita na Clínica Ariane Pitrez? Estamos esperando por você! 

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Conheça melhor o Manthus



Uma dieta saudável e a prática regular de atividades físicas são ótimas ferramentas para quem quer perder peso. Entretanto, não é apenas o peso que importa, muitas pessoas querem eliminar medidas, se ver livre da celulite ou da gordura localizada. Para isso, existem várias técnicas de estética, como o Manthus.


O nome Manthus é uma junção da palavra manta (referência a uma espécie de arraia gigante que prende sua caça e em seguida dispara uma descarga elétrica letal) com hidrolipoclasia ultrassônica (HUS).


O manthus é um aparelho que atua profundamente nas áreas tratadas, combinando o uso do ultrassom, da corrente elétrica e da eletroporação (emissão de ondas eletromagnéticas que abrem os poros facilitando a penetração de princípios ativos específicos contra a gordura localizada). O método é totalmente indolor.


Por meio da transmissão da corrente elétrica, o aparelho consegue atingir até 4 cm da camada de gordura abaixo da pele, transformando o tecido gorduroso acumulado em partículas mais finas, mas sem quebrar a membrana celular. Essas partículas vão para o sistema linfático e são eliminadas pelo suor, urina ou fezes.


A corrente elétrica estimula o sistema linfático, a eletroporação auxilia a abrir os poros para penetração dos produtos contra a gordura localizada e as ondas de ultrassom aceleram o metabolismo local. O manthus pode ser feito na região abdominal, culotes, pernas, nádegas, braços e barriga.


Ao contrário do que muitos pensam, o manthus não é apenas um tratamento estético. A técnica tem se mostrado bastante eficaz em pacientes que passaram por cirurgias, tanto para aumentar a velocidade de reabsorção de hematomas, quanto para prevenir aderências ou até mesmo diminuir as cicatrizes internas (fibroses).


Antes de começar a terapia, é feita uma criteriosa avaliação, pois nem todas as pessoas podem se submeter ao manthus. Em geral, são indicadas 10 sessões para começar. Cada organismo é diferente do outro, porém é possível notar uma redução de 2 a 4 cm de circunferência em cada sessão.


Como dito anteriormente, se o objetivo é reduzir medidas, a pessoa deve adotar uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e reduzir o consumo de substâncias que pioram a celulite, como álcool, cigarro e alimentos gordurosos. Um estilo de vida saudável combinado com o manthus pode produzir excelentes resultados.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Os benefícios da Reeducação Postural Global (RPG)



Dores musculares, dificuldades de fazer alongamentos e desvios de postura são características típicas de pessoas que vivem estressadas e não praticam atividade física regularmente. Esses fatores prejudicam a saúde do sistema musculoesquelético. Muitas vezes, o jeito de sentar no trabalho, a forma de dormir, tensões ou maus hábitos são fatores de risco para o desenvolvimento de lesões musculares, problemas na coluna, joelhos, entre outros.
Uma das técnicas de fisioterapia mais utilizadas na atualidade é a Reeducação Postural Global (RPG). Criada por um fisioterapeuta francês na década de 80, a RPG é aplicada principalmente para tratar os músculos que estão fora de forma e corrigir problemas de postura. Além disso, é uma terapia alternativa para pessoas que buscam um melhor equilíbrio postural.
O ser humano tem, aproximadamente, 639 músculos, tecidos que participam de movimentos como andar, correr, respirar, ou seja, das atividades mais triviais às mais complexas, como as contrações do coração, do intestino, entre outras. É importante compreender que o tipo de tecido que forma os músculos é caracterizado pela capacidade de contração e extensão.
Sendo assim podemos considerar que os músculos são estruturas que possuem elasticidade. Porém, os músculos de pessoas com hábitos pouco saudáveis como o sedentarismo, ou que não cuidam da postura corporal vão perdendo a flexibilidade. As articulações e ossos também são prejudicados.

A RPG é indicada, geralmente, para os seguintes problemas:
  • Hérnia de disco;
  • Desvios da coluna (lordose, escoliose, cifose); 
  • Dores ou desvios nas articulações (joelhos, tornozelos, ombros);
  • Terapia de apoio para doenças reumáticas como artrite, fibromialgia, etc.
  • Lesões causadas pelo esporte ou por cirurgias;
  • Melhorar o sistema cardiorrespiratório;
  • Fortalecer e melhorar a flexibilidade de músculos 
  • Auxiliar no tratamento de dores em geral. 

A RPG é aplicada individualmente, por um fisioterapeuta habilitado, com exercícios de alongamento, alinhamento e coordenação motora. Um dos resultados mais importantes da RPG é que ensina o paciente a manter a postura adequada mesmo depois do término do tratamento.
O paciente deve manter uma sequência de exercícios para que ele obtenha resultados. O tempo de tratamento varia de acordo com a necessidade de cada pessoa. As sessões duram em média uma hora.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Porque fazer uma limpeza de pele



A limpeza de pele é um dos tratamentos estéticos mais comuns no Brasil. O principal objetivo é remover células mortas, cravos e pontos sebáceos, para deixar a pele do rosto renovada, lisa e livre dos sinais da acne. Entretanto, é preciso cuidado na hora de escolher um profissional, assim como entender com que frequência a limpeza pode ser feita e quais os cuidados que devem ser tomados depois do procedimento.

Indicações
- Remoção de cravos abertos (pontos pretos) ou fechados (pontos brancos)
- Eliminação do milio – espécie de cravo resistente, recoberto por uma camada de pele
- Retirada de pontos sebáceos
- Renovação da pele
- Redução da oleosidade

É importante lembrar que pessoas que apresentam espinhas não são candidatas à limpeza de pele, que pode deixar cicatrizes, causar inflamação e piorar o quadro da acne. Pessoas com a pele muito sensível, que ficam vermelhas com facilidade ou que apresentam descamação, também precisam tomar cuidado com o procedimento.

O melhor período do ano para realizar uma limpeza de pele é logo após o término do verão. Isso porque nesta estação, o uso do protetor solar várias vezes ao dia e a exposição solar deixam a pele mais oleosa, aumentando o número de cravos. Entretanto, para as peles mais oleosas, a recomendação é uma limpeza de pele a cada 40 dias, tempo necessário para a renovação das células.
Vale lembrar que todos os tipos de pele são beneficiados com a limpeza, que auxilia no equilíbrio da oleosidade e deixa o rosto mais uniforme e com melhor aparência. Naturalmente, quem apresenta pele mais oleosa ou mista, sente de maneira mais aparente as vantagens da técnica.   
Outro ponto importante é realizar a limpeza de pele em um estabelecimento adequado, com uma esteticista ou com uma fisioterapeuta que tenha formação dermatofuncional. Depois do procedimento, é preciso evitar tomar sol nos primeiros 3 a 4 dias.

Higiene da Pele
É preciso cuidar do rosto todos os dias, escolhendo um sabonete adequado para cada tipo de pele. É recomendado lavar a face duas vezes ao dia. Se usar maquiagem, é fundamental retirar com demaquilantes e depois fazer a higiene. Lembre-se ainda de usar um creme hidrante com fator de proteção solar durante o dia.
Atenção! Cuidado com o uso de esfoliantes! Esses produtos, em geral, contêm ácidos, que podem causar alergias e outros problemas na pele. O ideal é usar com a prescrição de um dermatologista.